domingo, 8 de setembro de 2013

Rede Social

          Estava no topo de uma montanha em meio a uma geada indescritivelmente intensa quando acordei sentindo minha garganta arder, era a inflamação. Tentava assimilar se o enjoo e os socos no estomago eram sensações trazidas do sonho. Queria dormir, sabia que se levantasse não voltaria tão cedo a me relacionar de forma amigável com o sono. Não mais cedo do horário que eu nem queria saber, mas, voltando do banheiro, vi: 02:00 - De que adianta dormir cedo se uma merda dessas acontece e me deixa acordado de madrugada?!
          Pensei em milhares de coisas, treino, curso, baixar arquivos... Ingressos esgotados para o concerto do fim de semana, perdi mais uma entrevista... Todos pensam que estou dormindo... Eu deveria virar escritor. "Desde quando um analfabeto cultural pode ser?" Estou exausto! Até que acesso a rede social. Daí o mundo se descobre insone e se consola de todas as maneiras possíveis, eu me agarro aos cordões de outros pensamentos e finalmente a vida faz mais sentido. Se a internet dispõe praticamente todas as formas imaginaveis e inimagináveis de criaçâo, imagine.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diz-me o que vibra.

Seguidores